quarta-feira, 11 de novembro de 2015

As brigas mais feias pela guarda dos filhos entre as celebridades internacionais

Divórcios nunca são fáceis, mais ainda quando envolvem crianças. Muitas vezes os pais não concordam em dividir a custódia dos filhos e então brigas judiciais se arrastam por um bom tempo até que o ex-casal chegue a um acordo ou então um juiz tome sua decisão. Com as celebridades não é nada diferente. Mesmo com dinheiro para pagar os melhores advogados, algumas disputam por anos com seus ex-cônjuges.

Confira os famosos que brigaram feio pela guarda de seus filhos após o divórcio:
Usher e Tameka Foster (Foto: Getty Images)
A batalha de Usher e Tameka Foster pelos dois filhos do casal, Usher V e Navivyd Ely, se arrastou por um bom tempo. Logo após o divórcio em 2009, eles entraram com pedido de custódia e o caso só foi resolvido realmente em 2013. Na audiência, Tameka acusou o cantor de a ter traído com uma das damas de honra de seu casamento – Usher admitiu o caso, mas disse à Oprah que tudo só ocorreu depois da separação do casal – e de ser um pai ausente e não cuidar para que os filhos recebessem a atenção necessária em casa. Isso porque o mais velho quase se afogou na piscina da casa quando estava sob a supervisão da tia do cantor. Mas o juiz responsável pelo determinou que as crianças deveriam ficar com o cantor.
Halle Berry e Gabriel Aubry (Foto: Getty Images)
A disputa entre Halle Berry e Gabriel Aubry pela guarda da filha Nahla é tão conturbada que já chegou até em agressão física. O modelo canadense teve uma briga no Dia de Ação de Graças em 2012 com Olivier Martinez, então namorado da atriz na época, e, após socos dos dois lados, terminou com o rosto bastante desfigurado. Tanto que ele entrou com pedido de pensão da cantora e ganhou. Halle foi obrigada a pagar 16 mil dólares por mês a ele até que Nahla, que está com o pai, complete 19 anos ou termine o ensino médio. Agora ela tenta reduzir o valor alegando que Aubry não está se esforçando para trabalhar e ajudar nos gastos de criação da filha. Ela também já pediu a guarda total da menina justificando que o modelo estava tentando “branquear” a criança ao descolorir e alisar seu cabelo. Depois disso, um juiz determinou que nenhum dos dois poderia mudar o visual da filha.
Denise Richards e Charlie Sheen (Foto: Getty Images)
Charlie Sheen e Denise Richards se separaram em 2006 e a custódia de Sam e Lola, as filhas do casal, foram dadas à mãe, principalmente por causa dos problemas do ator com drogas. Em 2008, um novo capítulo: Sheen não queria que as filhas recebessem as vacinas de rotina e entrou com pedido no tribunal para impedir isso. Anos depois, quando o comediante e Brooke Mueller se divorciaram, em uma decisão inusitada, as autoridades concederam a guarda dos gêmeos do casal também para Denise, que agora já moram com a mãe depois que ela passou pela reabilitação.
No ano passado, Sheen ficou alguns meses sem pagar pensão e decidiu expulsar Denise e as filhas da casa que tinha comprado para elas após alegar que a ex não estava deixando ele visitar as meninas. No Dia dos Pais de 2015 (comemorado em junho nos Estados Unidos), destilou toda sua raiva contra Richards no Twitter. “Brooke M é uma rock star sexy que eu adoro. D Richards é uma herege porca para quem o auge já passou. Uma pilha de vergonha. Feliz dia dos Pais!”, escreveu. Duas horas depois, ele continuou com acusações contra Richards, chamando-a de “pedaço de porcaria” e “pior mãe da face da Terra”. Parece que a batalha entre os dois ainda está longe do fim.
Tyga e Blac Chyna (Foto: Getty Images)
A briga entre o rapper Tyga e Blac Chyna está apenas no início, mas promete não ser das mais simples. O artista a acusa de ligar mais para festas do que para o filho de dois anos. Já Blac Chyna já chegou a dizer que o fato de ele namorar uma menor de idade mostra que ele não tem habilidade para ser pai (Kylie Jenner tinha menos de 18 anos quando a relação deles começou). Os dois dividem a guarda do menino, mas, segundo o TMZ, ela quer custódia integral agora que ele começará a frequentar a pré-escola para que não fique passando de uma casa para a outra durante a semana. Resta saber como tudo vai se resolver.
Alec Baldwin e Kim Basinger (Foto: Getty Images)
Alec Baldwin e Kim Basinger lutaram por um bom tempo pela custódia da filha Ireland. O casal se divorciou em 2002 e a menina ficou morando com a mãe, mas, depois de um tempo, foi estabelecida custódia conjunta. Alec, no entanto, começou acusar a atriz de dificultar o contato dele com a menina. Em 2007, irritado porque Ireland não tinha atendido a um telefonema dele, o ator deixou uma mensagem na caixa postal da filha a chamando de “rude, insensível porquinha”. Baldwin então perdeu todos os direitos de visitação e chegou até a publicar um livro sobre a “paternidade e divórcio”. Atualmente, ele e a filha de 20 anos repararam a relação e são vistos juntos ocasionalmente. 
Anne Heche e Coley Laffoon (Foto: Getty Images)
Anne Heche e o cameraman Coley Laffoon se conheceram nos bastidores de um especial da apresentadora Ellen DeGeneres, ex-namorada da atriz. Depois de cinco anos juntos, eles se divorciaram em 2007 e chegaram a brigar até por móveis da casa que dividiam. O filho Homer, claro, também foi motivo de disputa. Durante o processo, Anne acusou o ex de deixar a criança sob cuidado de babás para assistir a pornô online e jogar pôquer, chegando até a levar o menino em seus jogos. Do outro lado, Laffoon disse que a ex-esposa era meio maluca, xingava na frente do filho e ainda não o colocava em um assento apropriado no carro.
Depois de dois anos, o juiz determinou que o pai teria a guarda total de Homer enquanto Anne estivesse filmando o seriado ‘Men in Trees’ e quando ela estivesse em Los Angeles os dois compartilhariam custódia. Mesmo depois da decisão, a atriz não economizou nas críticas ao ex e até o chamou de preguiçoso no programa ‘Late Show With David Letterman’, afirmando que seu único trabalho era ir até a caixa de correio e buscar o cheque do valor da pensão que ela pagava a ele. Laffoon respondeu via Facebook. “Gostaria que Anne Heche pudesse ver que bullying público não é bom para a alma ou positivo para o filho dela. É maldoso”. 
Mel Gibson e Oksana Grigorieva (Foto: Getty Images)
Mel Gibson e Oksana Grigorieva terminaram a relação em abril de 2010 e no mês seguinte a pianista já conseguiu uma ordem de restrição impedido que o ator chegasse perto dele e da filha do casal, Lucia. Ela alegou que Gibson a tinha agredido e depois prestou queixa contra o ator por violência doméstica. Em 2011, eles entraram em um acordo para custódia conjunta e Gibson concordou em pagar a elas 750 mil dólares por cinco anos, pensão para Lucia e deixar que as duas morassem em uma de suas casas em Los Angeles.
Pamela Anderson e Tommy Lee (Foto: Getty Images)
A disputa pela custódia dos filhos entre Pamela Anderson e Tommy Lee foi tão conturbada quanto o relacionamento dos dois. A estrela de ‘Baywatch’ acusou o ex de lhe transmitir hepatite C e disse que ele era abusivo quando bebia. Lee negou tudo e acusou Pamela de prejudicar as crianças ao arrastar a questão da custódia para os tribunais. Finalmente em 2002, 14 anos após o divórcio oficial, o ex-casal entrou em acordo e concordaram com guarda compartilhada de Dylan e Brandon. Eles até ensaiaram também uma reconciliação amorosa em 2008, mas que não foi pra frente.
Woody Allen e Mia Farrow (Foto: Getty Images)
O final da relação de Woody Allen e Mia Farrow foi tão complicado que, mesmo mais de 20 anos depois, ainda repercute. Os dois se divorciaram em 1992 e o cineasta se casou com a filha adotiva de Mia, Soon-Yi Previn, cinco anos depois. Nos tribunais, em 1993, o juiz negou a custódia dos três filhos ao diretor de ‘Vicky Cristina Barcelona’ após a atriz acusá-lo de molestar Dylan, filha adotiva do casal, quando ela tinha sete anos. No veredito, o juiz disse que Allen era “egoísta, inconfiável e insensível” e determinou que ele não poderia ter contato com Dylan a não ser em sessões de terapia e poderia visitar o filho mais novo Satchel somente com supervisão. Moses, o terceiro filho do casal, que já era um adolescente na época, pode escolher manter ou não contato com o pai.
Paul McCartney e Heather Mills (Foto: Getty Images)
O divórcio entre Paul McCartney e Heather Mills claramente não foi dos mais amigáveis. Acusações foram feitas de ambos os lados: o ex-Beatles disse que a ex tinha trabalhado como acompanhante de luxo e ela rebateu alegando que ele era físico e emocionalmente abusivo. Depois de um bom tempo nos tribunais e milhares de libras gastas com advogados, eles chegaram a um acordo tanto em relação a dinheiro quanto à guarda da filha Beatrice, que foi dividida entre os dois. Em entrevista ao Daily Mail no começo desse ano, a ex-modelo afirmou que foi mais fácil lidar com a amputação da perna – depois de um acidente em 1993 – do que com a separação.
David Hasselhoff e Pamela Bach (Foto: Getty Images)
David Hasselhoff e Pamela Bach terminaram o casamento em 2006 e arrastaram as duas filhas, Taylor-Ann e Hayley em um batalha judicial. O astro de ‘Baywatch’ pediu a guarda alegando que a ex-esposa utilizava medicamentos em excesso e drogas ilegais. Pamela rebateu afirmando que ele abusava dela e a xingava na frente das meninas. Durante o julgamento, um vídeo de Hasselhoff bêbado comendo um cheeseburguer no chão de sua casa em Las Vegas foi divulgado e ele perdeu a custódia das filhas. Mas, na decisão final, um juiz concedeu ao ator guarda principal delas e deu a Pamela direito de visitação em finais de semana alternados e quartas-feiras à noite.
Britney Spears e Kevin Federline (Foto: Getty Images)
Britney Spears e Kevin Federline não chegaram exatamente a brigar pela custódia dos filhos, mas muitas mudanças ocorreram. Logo após o divórcio em 2006, eles decidiram dividir igualmente o tempo com Sean e Jayden, só que, no fim de 2007, um juiz deu ao dançarino guarda total dos meninos. O motivo foi o comportamento de Britney e o abuso de álcool e drogas por parte da cantora (todos sabem que 2007 foi um ano difícil para a cantora). Ela aceitou então a visitar os filhos somente duas vezes por semana e sob supervisão de alguém. Atualmente, Kevin continua como guardião dos filhos, mas ele e Britney têm um acordo de guarda compartilhada.

Fonte: 1

0 comentários:

Postar um comentário


Created By Sora Templates